• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

Definido como o ano da retomada para a venda de imóveis nas previsões de incorporadoras, 2019 começou pior que 2018, segundo o Secovi-SP (sindicato do setor). O número de unidades comercializadas na capital paulista em janeiro caiu 4,1% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Em número de lançamentos, a queda foi maior, de 61,8%. A esperança de finalmente ter um crescimento expressivo após anos de crise, porém, ainda não morreu, de acordo com o sindicato.

O primeiro mês do ano costuma ser ruim, segundo Basilio Jafet, presidente do Secovi-SP.

 “Tivemos 286 unidades [apartamentos] lançadas, o equivalente a 1 ou 2 empreendimentos na cidade toda. As empresas sabem que é um mês em que paulistanos vão para a praia, não compram imóvel”, afirma Jafet. 

“O mês de janeiro nos surpreendeu, não pelo volume de vendas, mas pela movimentação nos plantões. Por isso, achamos que 2019 vai consolidar o início de recuperação que tivemos no ano passado”, diz.

No cano O setor de gás natural alcançou, em janeiro, 3,5 milhões de consumidores no país, segundo a Abegás (associação das distribuidoras).

No caderno… A fabricante brasileira de adesivos Plavitec comprou os direitos locais da marca Con-Tact, de propriedade do grupo americano Kittrich Corporation.

…e na parede Até então, a Con-Tact era a maior concorrente no segmento de adesivos escolares e decorativos. Juntas, passarão a deter mais de 60% do mercado brasileiro, segundo a Plavitec. O valor da transação não foi revelado.

Febre do selinho A BrandLoyalty, que desenvolve programas de troca de selinhos por prêmios em supermercados como Pão de Açúcar e Extra, diz que em 2018 movimentou 760 milhões de selos, que foram trocados por cerca de 8 milhões de produtos como facas, panelas e outros. 

Chega… A Desenvolve SP, agência de fomento do estado de São Paulo, não terá mais seu rating avaliado pela Fitch, de classificação de risco. O órgão decidiu não renovar o contrato por razões comerciais, segundo relatório da agência de classificação

….de nota A decisão foi tomada após o Banco Central deixar de exigir que agências de fomento contratem companhias de classificação de risco de crédito para captar recursos externos, afirma a Desenvolve SP, em nota.

Na mesma “No momento da retirada, a perspectiva dos ratings da Desenvolve SP era estável, sem apresentar mudanças significativas desde a última revisão, em 17 de dezembro de 2018”, diz a entidade.

Posso ajudar? A AeC, de contact centers, planeja investir R$ 30 milhões em novas unidades em São Paulo, segundo o presidente, Cássio Azevedo.


​PROSA

  “O Brasil já não demora muito mais que os EUA para aprovar remédios. A questão agora é acesso. A droga é aprovada, ótimo, mas alguém precisa pagar por ela. E aqui o processo é mais lento”

Pascal Soriot, diretor-executivo global da farmacêutica AstraZeneca  

 

com Igor Utsumi, Ivan Martínez-Vargas e Paula Soprana  

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

três × 5 =