• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou hoje que ainda não teve acesso à versão final do projeto de lei sobre a Previdência dos militares. Segundo comunicado, publicado em uma rede social, “sacrifícios e benefícios serão divididos por todos”.

“Como presidente da República informo a todos das Forças Armadas que ainda não me foi apresentado a versão do projeto de lei que trata da previdência dos militares”, escreveu Bolsonaro.

O governo corre contra o tempo para antecipar a entrega do projeto de lei de reforma da Previdência dos militares à Câmara. O Planalto tinha definido o dia 20 como prazo final da apresentação, mas pretende antecipar a entrega para terça-feira (19). O objetivo é agilizar a movimentação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) na Casa.

“Possíveis benefícios, ou sacrifícios, serão divididos entre todos, sem distinção de postos ou graduações. Permaneço no firme propósito de valorizar e unir a tropa no ideal de melhor servir à Pátria”, escreveu.

Bolsonaro viajou hoje para os Estados Unidos, onde encontrará o presidente americano, Donald Trump, e deve retornar ao país justamente na terça (19).

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

nove − dois =