• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

Até o ano passado, a Caixa Econômica Federal era a maior patrocinadora das corridas de rua no Brasil. Em 2018, o banco estatal patrocinou cerca de 200 provas, com contratos que dedicavam investimentos de mais de R$ 25 milhões às provas.

Para 2019, a indefinição é grande. Apesar de a Caixa manter seu patrocínio à Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), num acordo vigente desde 2001, fontes do mercado afirmam que o banco não investirá mais em provas amadoras de rua.

“Sonhar e correr atrás”

As incertezas sobre a Caixa abrem espaço para outras empresas reforçarem sua atuação na área.

A Cosan, por exemplo, anunciou que patrocinará mais de 100 provas de corrida de rua no país entre 2019 e 2021. A companhia de energia e logística controla marcas como Comgás, Rumo, Raízen e Moove.

O objetivo da empresa ao abraçar o esporte é gerar mais conhecimento para a marca. “Nos últimos dez anos, a Cosan diversificou sua atuação. Passou de principal produtor de açúcar e etanol do país a uma gestora de um portfólio de empresas que são referência nos setores de energia e logística”, declarou Adriano Zerbini, diretor de Comunicação Corporativa da companhia.

Provas como a São Silvestre (em São Paulo), a Volta da Pampulha (em Belo Horizonte) e as maratonas de São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis e Curitiba estão entre os eventos que serão patrocinados.

Para reforçar o posicionamento, a marca acaba de estrear uma campanha publicitária com o mote “Eu sonho e corro atrás”, criada pela Loures Consultoria e a N Ideias, do publicitário Nizan Guanaes. Confira um dos comerciais:

A campanha apresenta, ainda, mini documentários com os atletas Nathalia Barbosa, Fernanda Pileggi, Marcos Jafet e a bicampeã de maratonas pan-americanas Adriana da Silva.

Provas proprietárias

Neste momento, a Cosan não investirá em provas “proprietárias”. Nesse tipo de evento, uma empresa, como o Pão de Açúcar e o McDonald’s, cria uma corrida de rua usando o seu próprio nome.

Divulgação
Prova do Pão de Açúcar dedica um dia às crianças e outro aos adultos Imagem: Divulgação

É o caso do Circuito de Corridas Pão de Açúcar, por exemplo, que acontece em quatro capitais (Brasília, Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo). O evento sempre tem um dia dedicado às crianças e outro a adultos, com uma maratona de revezamento (na qual equipes de até oito integrantes completam os 42 km da prova).

Desde que o circuito foi criado, em 1993, mais de 650 mil adultos e 100 mil crianças já participaram. No ano passado, foram 36 mil participantes, no total.

“No circuito de corridas trabalhamos com diversas iniciativas que tragam bem-estar e qualidade de vida a nossos clientes, seja incentivando a prática de esportes ou a escolha pela adoção de uma alimentação mais saudável e equilibrada”, diz Vanessa Siqueira, gerente de Marketing do Pão de Açúcar.

Com as provas, o Pão de Açúcar diz que pretende “democratizar a atividade física”.

Para reforçar a missão, além das corridas, a prova deste ano terá, pela primeira vez, uma caminhada de três quilômetros em Fortaleza, Brasília e Rio de Janeiro. As inscrições serão abertas na primeira semana de abril, no site do evento.

Divulgação
Cerca de 320 mil mulheres já participaram das oito edições de corridas do McDonald’s Imagem: Divulgação

Corrida de mulheres

O McDonald’s, por sua vez, realiza a “M5K – Mulheres em Movimento” desde 2011. No ano passado, a corrida voltada para o público feminino aconteceu simultaneamente em cinco cidades (Belo Horizonte, Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo). Cerca de 320 mil mulheres já participaram das oito edições da prova.

“Muitas mulheres entram para a corrida de rua participando de uma das nossas provas. [Nossa corrida] é a primeira prova de cerca de 20% das participantes”, disse David Grinberg, vice-presidente de Comunicação Corporativa e de Relações com Investidores da Arcos Dorados, controladora do McDonald’s Brasil.

Neste ano, mulheres de toda a América Latina que moram fora das cidades onde o evento acontece também poderão participar.

Elas deverão se inscrever na prova pelo aplicativo da corrida. Receberão, então, o kit de participante. No dia da prova, em outubro, poderão correr onde estiverem, e o aplicativo marcará o tempo. No final, receberão um certificado de participação.

Reveja campanhas publicitárias clássicas que ficaram na memória

UOL Notícias

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

dez − 1 =