• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

inadimplência

Uma em cada quatro micro ou pequena indústria (MPI) paulista deixou de pagar alguma dívida em junho, revela a 16ª rodada do Indicador de Atividade na Micro e Pequena Indústria de São Paulo, encomendada pelo Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo (Simpi-SP). Segundo a instituição, isso corresponde a 26% das 312 MPIs ouvidas – maior índice registrado desde que a questão sobre o tema foi incluída na pesquisa, em outubro de 2013. Em relação a maio, o índice foi 9% maior.

 

O levantamento mostra que 44% das MPIs sofrem com inadimplência, maior índice registrado desde quando o estudo foi lançado. Para 24% dos entrevistados, os calotes comprometeram até 15% do faturamento. O sindicato informa que 13% dos entrevistados não honraram compromissos com fornecedores no mês passado, ante 6% na rodada anterior. No endividamento com instituições financeiras, o estudo indica que 13% também estão inadimplentes.

 

Apesar de o indicador sugerir um cenário desfavorável, o Simpi-SP afirma que os dirigentes das micro e pequenas indústrias ouvidos estão “otimistas” após o que chamam de “parada técnica” realizada durante a Copa. Para comprovar o otimismo, a instituição cita o Índice de Expectativa das MPIs de São Paulo, que variou positivamente de 103 para 118 pontos entre maio e junho. “O movimento é puxado pelas pequenas indústrias: 115 pontos em maio, para 142 pontos em junho”, diz o Sindicato em nota enviada à imprensa.

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

cinco + 11 =