• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

dólar comercial fechou em queda de 0,37%, cotado a R$ 3,87 na venda, após quatro altas seguidas. Apesar de cair no dia, a moeda teve valorização semanal acumulada de 2,38%, a maior em mais de seis meses, desde 24 de agosto, quando o dólar acumulou avanço de 4,85%. É a terceira semana seguida em que a moeda sobe. 

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Mercado de trabalho dos EUA desacelera

Investidores repercutiam dados sobre a economia dos Estados Unidos. O país criou 20 mil vagas de trabalho em fevereiro, número abaixo do esperado, o que gerou preocupações sobre uma desaceleração na atividade econômica norte-americana.

Com o emprego crescendo a um ritmo lento, a tendência é que o Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA) adie eventuais aumentos nas taxas de juros. Taxas maiores nos EUA tender a atrair para lá recursos atualmente aplicados em outras economias, como a brasileira.

Mercado de olho na reforma 

No Brasil, o mercado acompanhava o noticiário relacionado à reforma da Previdência. Após dias sem manifestação do governo sobre o tema, o presidente Jair Bolsonaro usou o Twitter para defender a reforma ontem, afirmando que ela permitirá estabilizar as contas públicas e viabilizará uma “rígida” reforma tributária.

A declaração foi bem recebida por investidores, mas não elimina completamente a cautela que permanece com relação à ausência de notícias sobre a tramitação da proposta.

BC atua no mercado

 O Banco Central vendeu 14,5 mil swaps cambiais tradicionais, equivalente à venda futura de dólares. Assim, rolou US$ 2,175 bilhões dos US$ 12,321 que vencem em abril.

(Com Reuters)

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

três + nove =