• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

O governo reduziu sua estimativa de crescimento da economia neste ano. Agora, a previsão para o PIB (Produto Interno Bruto, a soma de tudo o que é produzido no país) em 2019 é de 2,2%. Antes, era de 2,5%. Além disso, o governo decidiu suspender R$ 29,8 bilhões em gastos previstos no Orçamento.

As informações constam no relatório bimestral de receitas e despesas, publicado hoje. No documento, o governo revisa seus parâmetros econômicos e suas estimativas para arrecadação e gastos no ano.

Suspender parte do Orçamento significa que o governo congelou gastos previstos anteriormente, para tentar equilibrar as contas e não gastar mais do que arrecada. Se sobrar dinheiro até o final do ano, o governo pode voltar a usar a verba.

A suspensão de gastos foi adotada, segundo o governo, para garantir o cumprimento da meta fiscal deste ano. A meta de rombo primário deste ano é de R$ 139 bilhões para o governo central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência).

No documento, o time econômico reduziu a receita líquida esperada pelo ano em R$ 26,182 bilhões, a R$ 1,274 trilhão. Já a estimativa de despesas foi revisada para cima em R$ 3,611 bilhões, a R$ 1,442 trilhão.

O valor da nova estimativa do PIB fica entre as expectativas anteriores da equipe econômica (2,5%) e do mercado financeiro (2,01%). Em 2018, o PIB brasileiro teve alta de 1,1% em relação ao ano anterior.

(Com Reuters)

O que o PIB tem a ver com a sua vida?

UOL Notícias

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

5 × três =