• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta segunda-feira (25) acreditar que, em “três ou quatro meses” a questão da reforma da Previdência estará resolvida. Em evento da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), ele pediu ainda ajuda para que o projeto passe no Congresso.

“Precisamos de muita ajuda, todo mundo tem que ajudar. Da mesma forma que pediram ao presidente da Câmara, do Senado, pedimos a vocês que nos ajudem, que conversem com os deputados. A pauta é boa. Para em três ou quatro meses, o pior já ter passado”, afirmou.

Guedes afirmou ainda que os empregos já estão retornando no Brasil, antes mesmo de a reforma ter passado. Ele citou ainda que, após a reforma da Previdência, o governo irá investir no pacto federativo e, depois, na reforma tributária.

“Já está tudo pronto”, disse, em relação à reforma tributária. “Estamos juntando isso tudo em um imposto único. São oito ou nove tributos que não são compartilhados e serão unificados”, afirmou.

Guedes afirmou, ainda, que deve anunciar, nos próximos dias, mudanças no fundo social do pré-sal. “Hoje, 100% é da União. Não quero falar o que faremos para não dizer que estamos comprando votos”, comentou, “mas vamos pegar pelo menos 70% para estados e municípios”.

Este porcentual já havia sido antecipado pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. “Quem governa o Brasil é a República Federativa”, acrescentou.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, participam da 75ª reunião geral da FNP.

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

10 − dois =