• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

BRASÍLIA, 13 Dez (Reuters) – O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, afirmou nesta quinta-feira (13) que os imóveis da União que a pasta considera passíveis de serem vendidos poderiam render ao governo cerca de R$ 300 bilhões, pontuando, contudo, que esse processo não seria fácil ou rápido.

O número representa menos de um terço do valor global do patrimônio imobiliário público federal, estimado pelo Planejamento em R$ 947 bilhões em documento entregue à equipe de transição do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Segundo o documento, a lista total contempla 676 mil imóveis.

Colnago, que será secretário geral adjunto da Fazenda no superministério da Economia no governo Bolsonaro, destacou que o Planejamento já abriu consulta pública para a criação do primeiro fundo de investimento imobiliário da União, que teria como lastro parte da carteira de imóveis administrada hoje pela Secretaria do Patrimônio da União.

“Você vender R$ 300 bilhões em imóveis não é simples, é uma coisa que talvez você tem que repensar a forma de vender … colocamos em audiência pública proposta de criação de um fundo de investimento imobiliário, talvez seja solução para alguns desses imóveis”, disse ele, em encontro com jornalistas.

(Edição de Camila Moreira)

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta