• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, disse hoje acreditar que a reforma da previdência deve ser aprovada no Congresso até o meio deste ano, no máximo no começo do próximo semestre.

Em encontro com o governador de São Paulo, João Doria, ele agradeceu o apoio da bancada paulista, oferecido por Doria, nas votações.

“Contamos com o apoio do estado de São Paulo na busca da aprovação dessa reforma. Se tudo correr bem, até o final desse semestre, começo do próximo”, disse Mourão. Doria disse que não tem “alinhamento partidário” com o partido do partido de Bolsonaro. “Nem é preciso, temos um alinhamento com o Brasil. Todas as causas que o general Mourão, na condição de presidente interino ou como vice-presidente, ou que o presidente Bolsonaro tiverem a favor do Brasil, nós estaremos ao lado deles.”

Mourão afirmou que o governo tem “muito claro o ponto de partida para a reformulação pretendida para o nosso país”. “Se não fizermos nada, as gerações mais jovens vão nos perguntar onde estávamos que não fizeram nada. É nossa responsabilidade levar isso adiante e iniciar um processo, um ciclo virtuoso de atração de investimentos e das outras reformas que serão necessárias para atingir o equilíbrio fiscal e entrar em um crescimento sustentável.”

Em seu breve pronunciamento, Mourão não fez qualquer menção ao que será proposto na reforma previdenciária dos militares. A proposta deve ser apresentada nesta semana.

Entenda a proposta de reforma da Previdência em 10 pontos

UOL Notícias

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

10 + dezenove =