• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

O CPF será exigido de todo mundo, inclusive recém-nascidos, na declaração do Imposto de Renda 2019. Além disso, o contribuinte terá de incluir detalhes sobre seus imóveis e carros, como número de matrícula e IPTU do imóvel e Renavam do veículo.

A Receita Federal divulgou as regras do IR 2019. Veja as principais novidades:

CPF de todos

Será exigido o CPF de todos os dependentes incluídos na declaração, independentemente de idade. Em 2017, o CPF havia passado a ser obrigatório para crianças a partir de 12 anos e, no ano passado, a partir de 8 anos.

Detalhes sobre imóveis e veículos

A partir deste ano a Receita também obrigou os contribuintes a incluir na declaração mais informações sobre os bens. Entre os novos dados solicitados, estão endereço, número de matrícula, IPTU e data de aquisição de imóveis, além do número do Renavam de veículos.

Dedução com empregado doméstico subiu

O limite de abatimento da contribuição de INSS do salário de empregado doméstico subiu de R$ 1.171,84, no ano passado, para R$ 1.200,32.

As outras deduções não foram aumentadas e continuam assim:

  • Dependentes: R$ 2.275,08 por dependente
  • Educação de dependente ou própria: R$ 3.561,50 por dependente.
  • Despesas médicas: sem limite

Bolsonaro chegou a anunciar corte em IR, mas foi engano

UOL Notícias

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

seis + quatro =