• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

A Petrobras elevará o preço médio do diesel vendido em suas refinarias e terminais em 2,5% a partir do dia 1º de janeiro, a R$ 1,8545 real, devido ao fim do programa de subsídio ao diesel, do governo federal, informou a companhia em comunicado nesta segunda-feira.

Esse é o preço cobrado nas refinarias. Os postos são livres para aplicar ou não o reajuste, e na porcentagem que desejarem.

O novo preço, segundo a Petrobras, é inferior em 11,75% ao de 31 de maio de 2018, de R$ 2,1016 por litro, o último valor médio antes do início do programa governamental.

“Esta alteração é consequência da variação do câmbio e do preço internacional do diesel no período”, explicou a empresa no comunicado.

A petroleira estatal destacou ainda que o novo preço médio do diesel informado nesta segunda-feira é 8,7% menor que o primeiro valor estabelecido no âmbito da subvenção, que foi de R$ 2,0316 por litro, praticado em 1º de junho de 2018.

“Com o ajuste anunciado hoje, há uma queda de 2,1% em 12 meses no preço médio do diesel comercializado pela Petrobras”, disse a empresa.

Resposta à greve dos caminhoneiros

O programa de subsídio ao diesel fóssil foi criado como resposta a uma greve história de caminhoneiros em maio deste ano contra os altos preços do diesel no mercado brasileiro.

Conforme as regras, participantes do programa como Petrobras, refinarias e importadores de diesel praticaram preços estabelecidos pelo governo, com a garantia de que seriam ressarcidos em até R$ 0,30 por litro, dependendo de condições do mercado.

O governo destacou um montante de R$ 9,5 bilhões para o programa, que foi criado para terminar na virada do ano.

Basta cavar para achar petróleo?

UOL Notícias

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

nove − dois =