• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

Os juros do cheque especial (o “limite” extra da conta corrente no banco) tiveram queda em 2018, mas ainda passam de 13% ao mês, de acordo com levantamento da Fundação Procon-SP divulgado nesta quinta-feira (13). As taxas do empréstimo pessoal também caíram. 

A taxa média do cheque especial em 2018 foi de 13,26% ao mês, queda de 0,21 ponto percentual em relação ao dado de 2017 (13,47% ao mês).

Em relação ao empréstimo pessoal, a taxa média neste ano ficou em 6,27% ao mês, queda de 0,12 ponto percentual na comparação com o resultado do ano passado (6,39% ao mês). O levantamento do Procon-SP envolveu seis instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander.

Para efeito de comparação, a taxa básica de juros do país (Selic) está em seu menor nível histórico, a 6,5% ao ano.

Taxa básica caiu mais em 2018

Segundo o Procon, as duas modalidades de juros pesquisadas pelo Procon finalizaram o ano com taxas menores que as registradas no início de 2018, mas a variação não acompanhou a mesma queda da Selic. 

“Esse comportamento é reflexo da evolução da taxa Selic para o mesmo período, entretanto, cabe ressaltar que as quedas observadas nas taxas de juros do empréstimo pessoal e cheque especial provenientes do mercado financeiro foram bem menores que as da taxa Selic promovidas pelo Copom (Comitê de Política Monetária)”, afirmou a entidade. 

No início deste ano, a taxa básica estava em 7% ao ano. Na quarta-feira (12), o Copom decidiu manter a Selic em 6,5% ao ano. “É importante esclarecer que outros fatores além da Selic interferem no comportamento dos juros, tais como: as taxas de inadimplência, a margem de lucro dos bancos e a carga de impostos sobre as operações financeiras”, apontou o Procon.

Veja o resultado médio no ano, por instituição: 

Empréstimo pessoal (juros ao mês)

  • Banco do Brasil: 5,81%
  • Bradesco: 6,22%
  • Caixa Econômica Federal: 5,55%
  • Itaú Unibanco: 6,27%
  • Safra: 5,90%
  • Santander: 7,89%

Cheque especial (juros ao mês)

  • Banco do Brasil: 12,74%
  • Bradesco: 13,33%
  • Caixa Econômica Federal: 13,55%
  • Itaú Unibanco: 12,25%
  • Safra: 12,77%
  • Santander: 14,94%

Esses são números médios e podem variar para cada situação específica, porque os bancos oferecem taxas diferentes de acordo com o plano contratado pelo cliente e a relação entre eles (quem tem mais dinheiro no banco paga menos taxas).

Se não sabe responder a estas 5 questões, será muito difícil ficar rico

UOL Notícias

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

três × 5 =