• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, afirmou nesta terça-feira (8) que, em reuniões com o setor privado, três temas serão proibidos: subsídios, proteção e mais gastos públicos. 

“Para muitos, governo representava imposto, dificuldade, regulação e barreira. Isso vai mudar. Ninguém gosta de depender de proteção ou subsidio. Até porque o subsídio pode acabar a qualquer momento. Não é meritocrático. Temos que liberar o setor produtivo e abrir espaço para o empreendedorismo”, afirmou. 

Ele declarou que três pilares serão os principais na gestão da secretaria: produtividade, geração de empregos qualificados e competitividade com redução do custo Brasil. “Temos capacidade para competir, mas em igualdade de condições”, disse. 

Carlos da Costa ainda afirmou que a secretaria especial juntará 12 secretarias de diversos ministérios em apenas quatro. “Queremos aumentar a geração de empregos e melhorar a produtividade que vem caindo nas últimas décadas”, afirmou. 

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

2 × um =