• admin
  • Economia
  • Nenhum comentário

[ad_1]

Trade dollar de 1885 foi vendido por US$ 4 milhões

Por Bruno Pellizzari*

Uma das moedas mais raras dos Estados Unidos, o Trade Dollar, foi leiloada no início deste ano por US$ 4 milhões, o equivalente a R$ 15 milhões. A venda foi promovida pela Heritage Auctions, a maior casa de leilões de numismática do mundo, em Orlando, nos Estados Unidos, entre 9 e 14 de janeiro. Ao todo, todas as peças leiloadas pela Heritage arrecadaram US$ 71 milhões, cerca de R$ 266 milhões.

De acordo com o brasileiro Cristiano Bierrenbach, vice-presidente executivo de Numismática Internacional da Heritage Auctions, o Trade Dollar de 1885 é uma das maiores raridades da numismática norte-americana e uma das mais valiosas moedas do mundo.

“Apesar de não ser a moeda mais valiosa que já vendemos, o dollar de 1885 é de tremenda importância para a Heritage. Com pedigree completo que vai de volta até 1885, quando foi produzida”, disse Bierrenbach.

Leia também:

Trade Dollar de 1885

O Trade Dollar de 1885 é uma das mais raras e enigmáticas emissões em toda a cunhagem norte-americana. As moedas foram cunhadas na primeira metade de 1885, mas só começaram a aparecer publicamente no início do século 20, 25 anos após elas serem cunhadas.

Somente 5 exemplares são conhecidos, tornando-os tão raros quanto os célebres níqueis Liberty de 1913. A última aparição de um exemplar do Trade Dollar de 1885 em um leilão foi em 2004.

É possível que os cinco trade dollars de 1885 conhecidos hoje sejam sobreviventes de uma cunhagem abortada, mas legítima, que foi cancelada no último minuto.

A peça leiloada

A moeda leiloada foi adquirida pela primeira vez pelo colecionador William Cutler Atwater. As circunstâncias de sua aquisição são desconhecidas, mas Atwater parou de colecionar no início dos anos 1920 e a data mais recente de qualquer moeda em sua coleção era 1923, portanto a transação deve ter ocorrido em uma data anterior. A coleção de Atwater foi vendida postumamente por B. Max Mehl em 1946. Atwater compilou uma das coleções mais importantes da primeira metade do século 20. Suas posses incluíam dois dollars de 1804 e os trade de 1884 e 1885.

Compradores

A empresa NGC, responsável por graduar a peça leiloada, revelou que John Brush, presidente da David Lawrence Rare Coins (DLRC) e D.L. Hansen, dono de uma das maiores coleções de moedas norte-americanas já montadas, adquiriram o famoso Trade Dollar de 1885.

“Esta oportunidade de adquirir uma raridade tão lendária é algo que você só pode sonhar quando criança. Na verdade, tentamos comprar essa moeda várias vezes no ano passado, mas fomos rejeitados toda vez. No final, quando vimos que estava sendo oferecido no leilão, sabíamos que era uma oportunidade que não podia ser tomada levianamente. É realmente uma honra e um sonho trabalhar com um colecionador como o Sr. Hansen, e essa compra é certamente um dos destaques da minha carreira”, disse Brush.

Hansen completou: “Esta foi uma oportunidade para comprar o melhor exemplar de uma verdadeira raridade clássica. Combinará incrivelmente com o Trade Dollar de 1884 que adquirimos há um ano. Também declara oficialmente que agora reunimos o que é absolutamente a melhor coleção de Trade Dollars Proof já montada. Quando vi a moeda na mão, fiquei simplesmente hipnotizado e sabia que seria um complemento perfeito para a coleção.”

Outras raridades vendidas no leilão

Segundo melhor exemplar conhecido do centavo “flowing hair” de 1793, modelo “correntes”, vendido por US$ 1,5 milhão de dólares (R$ 5,6 milhões).

 

Segundo melhor exemplar conhecido do Trade Dollar de 1884, com somente 10 exemplares reportados, vendido por US$ 1,140 milhão (R$ 4,3 milhões)

Moeda de 4 dollars de 1879, conhecida como Stella, com somente 13 exemplares rastreados. A “Stella” era uma proposta de moeda de 4 dólares de ouro destinada a servir como uma unidade monetária internacional, muito parecida com o euro atualmente. Foi vendida por pouco mais de US$ 1 milhão (cerca de R$ 4 milhões).

*Bruno Pellizzari é numismata e cursa Mestrado em Direito no Centro Universitário FMU | FIAM-FAAM. Atualmente, é Diretor Social e de Divulgação da Sociedade Numismática Brasileira, mais antiga entidade numismática do Brasil, fundada em 1924, e a maior da América Latina. Frequentemente realiza palestras sobre numismática, além de publicar artigos sobre o tema.


Siga o blog nas redes sociais e não perca nenhuma atualização:

[ad_2]

Source link

Author: admin

Deixe uma resposta

onze − 6 =